Quem somos..

HISTÓRICO:

O trabalho de teatro na Igreja Batista Palavra Viva teve início em 01 de outubro de 1998, pelas mãos dos amados irmãos: Almir Osni Simões, Anderson Cristiano Simões, Edgar Paiva Junior, Paula da Silveira Silva e Rozilda da Silva, que apresentaram a 1ª. peça: “Escravo resgatado” e no dia 30 de janeiro de 1999 este trabalho recebeu um nome: Grupo de Teatro VIVART.

A partir de 13 de novembro de 1999, o Grupo foi consagrado a Ministério, se tornando assim Ministério de Teatro Vivart, e nesse período já contávamos com a pequena experiência de 10 anos de direção de peças teatrais da irmã Márcia de Liz Moraes, a criatividade do Carlos Eduardo Sousa Goulart e o grande figurinista, chileno José (rroçé). Com a sua ampla experiência irmã Márcia em pouco tempo assumiu a Liderança do Ministério e a cada chegada de novos irmãos solidificava-se mais o Ministério.

No dia 23 dezembro de 1999, foi apresentada a peça “Nascimento de Jesus”, na qual contávamos com 18 componentes, foi quando, eu que vos relata, Valmar ROMEU Martins, entrei.

Em 18 de abril de 2000, fizemos a maior peça já apresentada na nossa Igreja: “Morte e ressurreição de Jesus”. Foi um mega-evento, com aproximadamente 70 pessoas envolvidas direta e indiretamente. Os espectadores foram “transportados” para a época do acontecimento. Que maravilha! Glória a Deus!

No ano de 2001, Luciano José Silva assumiu a Liderança do Ministério,

Em julho de 2002, irmã Jociane Medeiros de Souza, assumiu a liderança e permaneceu até o dia 10 de abril de 2004.

Neste período o antigo Ministério Vivart assumiu o nome Teatro Palavra Viva.

No dia 11 de abril de 2004, Edgar Paiva Junior, assumiu a liderança do Teatro e permaneceu até o dia 26 de fevereiro de 2005, quando foi passada a liderança para Adilson Galego Junior que permaneceu até junho de 2006.

No dia 12 de maio de 2007, Valmar ROMEU Martins e LUCIANA da Silva Martins assumiram a liderança do Teatro e nesta mesma data o Teatro alterou o nome para: VivarT - Teatro Cristão Palavra Viva.

MISSÃO:
Levar o Evangelho a toda criatura, facilitando o entendimento da Palavra de Deus através do uso das artes cênicas, buscando incessantemente a eficácia no processo de evangelizar.

VISÃO:
Ser referência nacional de Teatro Gospel e Missionários Internacional de Teatro Gospel.

ESSÊNCIA:
O grupo busca como essência e fundamento a oração e a cobertura espiritual para que acima de tudo, tenha “óleo” em nossas vidas e em cada apresentação.

SLOGAN: "ao VIVO com arte VIVA"

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

QUAIS FORAM AS PRIMEIRAS PEÇAS TEATRAIS APRESENTADAS EM TERRAS BRASILEIRAS?


Há notícia de 25 obras teatrais, todas de tradição medieval com forte influência do teatro de Gil Vicente em sua forma e conteúdo, produzidas nos últimos 50 anos do século XVI. O gênero predominante é o auto e alguns deles não têm autoria comprovada; muitos outros, como se sabe, são atribuídos ao padre Anchieta (por vezes contando com a colaboração do padre Manuel da Nóbrega). De algumas dessas obras têm-se apenas o título, são elas:

1557 Diálogo, Conversão do Gentio - padre Manuel da Nóbrega.
1564 Auto de Santiago - representado em Santiago da Bahia.
1567-70 Auto da Pregação Universal - padre José de Anchieta - representada em São Vicente e São Paulo de Piratininga.
1573 Diálogo - representado em Pernambuco e na Bahia.
1574 Diálogo - representado na Bahia.
1574 Écloga Pastoril - representado em Pernambuco.
1575 História do Rico Avarento e Lázaro Pobre - representado em Olinda, padre
1576 Écloga Pastoril - representado em Pernambuco.
1578 Tragicomédia - representada na Bahia.
1578 Auto do Crisma - padre José de Anchieta - representada no Rio de Janeiro
1583 Auto de São Sebastião - representado no Rio de Janeiro.
1583 Auto Pastoril - representado no Espírito Santo.
1583 Auto das Onze Mil Virgens - representado na Bahia
1584 Diálogo da Ave Maria - representado no Espírito Santo
1584 Diálogo Pastoril - representado no Espírito Santo
1584 Auto de São Sebastião - representado no Rio de Janeiro
1584 Auto de Santa Úrsula - padre José de Anchieta - representado no Rio de Janeiro
1584 Diálogo - representado em Pernambuco
1584 Na Festa do Natal - padre José de Anchieta
1586 Auto da Vila da Vitória ou de São Maurício - padre José de Anchieta - representado em Vitória (ES)
1586 Na Festa de São Lourenço ou Auto de São Lourenço - padre José de Anchieta
1587 Recebimento que Fizeram os Índios de Guaraparim - padre José de Anchieta - representado em Guarapari (ES)
1589 Assuerus - representado na Bahia.
1596 Espetáculos - representado em Pernambuco
1598 Na visitação de Santa Isabel - padre José de Anchieta
1599 "Auto das Prostitutas- O Retorno"- Padre Anchieta

Nenhum comentário:

Postar um comentário

OBRIGADO PELA VISITA!
SEU COMENTÁRIO É IMPORTANTE PARA NÓS! DEUS TE ABENÇOE!

Postar um comentário